Papai, Mamãe e/ou Responsável,

Ambientes públicos favorecem o contágio de doenças infectocontagiosas caso existam pessoas com algum tipo de virose. Desta forma, o ambiente escolar torna mais fácil a propagação de doenças comuns como; gripes, catapora, conjuntivites, pneumonias, dentre outras, devido à grande concentração de crianças.
Além da possibilidade de transmissão para os colegas, quando a criança está doente, fica incomodada e indisposta, tais características interferem diretamente no seu aprendizado já que impede que ela participe ativamente das atividades. Desta forma, solicitamos que não mandem para a escola crianças que apresentem qualquer enfermidade passível de ser transmitida em ambiente escolar, a exemplo de febres recentes sem motivo aparente, tosse, falta de apetite, peito congestionado, diarreias ou constipação, dores abdominais, vômitos, olhos vermelhos e lacrimejantes (salvo quando comprovada alergia). As crianças que apresentem qualquer enfermidade passível de ser transmitida devem permanecer em casa até que sejam avaliadas e liberadas por seus pediatras.

Confira mais aqui!